Tecnologia

Brasileiro “escreve” código de mixer de criptomoedas em programa de inteligência artificial

A principal novidade da última semana é a ferramenta de inteligência artificial OpenAI, que fez um grande sucesso nas redes sociais. Esta ferramenta consegue criar textos e responder perguntas com base em caracteres que usuários digitam em sua plataforma.

Desde o seu lançamento, várias pessoas utilizaram a ferramenta para saber opiniões sobre Bitcoin (BTC) e até perguntar se o Palmeiras tem título Mundial. Mas o brasileiro Caio Vicentino, especialista em NFTs e criador do canal e site Caio Investe, utilizou a OpenAI para algo mais complexo: escrever o código de um mixer de criptomoedas.

Vicentino publicou um shorts em seu canal do YouTube intitulado “inteligência Artificial criando um Mixer no meu celular, quem vai prender a IA?”. No vídeo, Vicentino pede que a ferramenta crie um mixer em Ethereum utilizando Solidity, a linguagem de programação da rede.

Em seguida, a ferramenta escreve um texto completo exatamente com o código pedido por Vicentino, comando por comando. “Pedi para criar um mixer que é parecido com o código do Tornado Cash. A ferramenta começou a criar e desenvolver o código direto no meu celular”, diz Vicentino no vídeo.

Inteligência Artificial e liberdade

Conforme noticiou o CriptoFácil, autoridades dos Estados Unidos baniram o uso do Tornado Cash no país sob acusações de que a ferramenta facilita a lavagem de dinheiro. Além disso, o criador do Tornado Cash foi preso na Holanda e deve continuar na cadeia pelo menos até o início de 2023.

O banimento do programa e a prisão de seu criador despertaram uma grande polêmica na comunidade, já que se trata de uma questão delicada. Por um lado, os defensores da medida alegam que o Tornado Cash pode facilitar o cometimento de crimes como roubos e lavagem de dinheiro.

Por outro lado, os defensores da privacidade alegam que a proibição não deve ser na ferramenta, mas sim em quem a utiliza indevidamente. Além disso, muitos usuários utilizam o mixer para evitar sanções de governos, não para cometer crimes.

De acordo com Vicentino, o código criado pelo OpenAI não apenas cria o código, mas também faz comentários explicando o que o código faz em algumas áreas. Ele também ressaltou o fato de que a ferramenta pode trazer mais liberdade a muitos usuários.

“Essa ferramenta traz abertura para mais pessoas terem acesso a mais liberdade de criação de códigos. Isto é, são mais pessoas que podem entrar no mercado de desenvolvimento”, disse.

Código funcional

Além do mixer, Vicentino afirmou que criou outros contratos baseados na Inteligência Artificial na OpenAI, voltadas sobretudo para a criação de NFTs. O influenciador disse que pretende testar esses códigos futuramente e verificar se eles são de fato funcionais.

Um dos principais obstáculos que podem ocorrer é se o contrato criado pela inteligência não puder sofrer modificações. Nesse sentido, a ferramenta tende a se mostrar mais limitada. “Códigos mais elaborados demandam mais requisições para a máquina”, explica Vicentino.

Mas ainda que tenha limitações, a OpenAI prova que algumas tecnologias podem ajudar a descentralizar ainda mais a produção de textos, códigos e outros tipos de linguagens. Graças a esse efeito, as tecnologias tendem a ficar mais acessíveis tanto em termos de custos quanto em acesso.

Compartilhar