A Telefônica, que no Brasil é dona da operadora Vivo, destacou que fez uma parceria com a Associação local de Parques de Ciência e Tecnologia (APTE) da Espanha para conceder acesso a um sistema de blockchain próprio para cerca de 8 mil empresas no país. De acordo com um relatório publicado pelo canal de notícias de telecomunicações TotalTele, a Telefônica implantará nós de sua blockchain baseada em Hyperledger nos 52 sites da APTE.

A parceria vai permitir que durante um período de teste de três meses, as empresas serão incentivadas a desenvolver aplicativos na rede e poderão experimentar seus próprios tokens. A blockchain implantada em parceria com a APTE aproveita o serviço Cloud Garden, que foi desenvolvido por meio de uma parceria entre a empresa e a IBM que também é uma das principais “difusoras” do Hyperledger.

“As empresas alojadas nesses parques científicos e tecnológicos poderão se beneficiar das vantagens da tecnologia blockchain sem ter que enfrentar a complexidade inerente a ela, ou ter que dedicar recursos para adquirir o conhecimento necessário para desenvolver aplicações baseadas neste tecnologia”, destacou a CEO da Telefônica Espanha, Maria Jesus Almazor, afirmando que o projeto trará benefícios significativos para as empresas alojadas nos parques científicos e tecnológicos da Espanha.

Não há informação se a parceria pode ser estendida para outras nações nas quais a Telefônica atua, como é o caso do Brasil.

Leia também: Microsoft e Telefônica fazem parceria focada em inovação com blockchain e IA