EUA investigam Binance e CZ por lavagem de dinheiro

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos está investigando a exchange de criptomoedas Binance. De acordo com uma reportagem da Reuters, a justiça dos EUA pediu que a exchange forneça registros relacionados à supostas operações de lavagem de dinheiro.

No processo, tanto a Binance como seu fundador, Changpeng Zhao (CZ) respondem por lavagem de dinheiro, entre outros crimes. A investigação começou em 2020, segundo a Reuters.

Investigação da Binance

Conforme informa a reportagem, o Departamento de Justiça pediu que a exchange de criptomoedas entregasse documentos de 13 altos executivos da empresa. A suspeita é que eles, inclusive CZ, cometeram crimes financeiros.

Embora o pedido inicial à Binance tenha sido feito há quase dois anos, a investigação continua em andamento. Os promotores estão interessados, sobretudo, ​​em descobrir se a Binance violou a Lei de Sigilo Bancário.

“Reguladores de todo o mundo estão entrando em contato com todas as principais exchanges de criptomoedas para entender melhor nosso setor. Este é um processo padrão para qualquer organização regulamentada”, disse o diretor de comunicações da Binance, Patrick Hillmann.

No entanto, ele não disse se a Binance vai ou não colaborar com a justiça dos EUA.

Mesmo caso da BitMEX

A acusação é a mesma que levou a prisão dos executivos da BitMEX. Em 24 de fevereiro, os fundadores da exchange, Arthur Hayes e Benjamin Delo, se declararam culpados das acusações.

Por oferecerem uma confissão de culpa, os dois foram condenados a pagar US$ 10 milhões em multas. Além disso, Hayes também recebeu uma ordem de prisão domiciliar de seis meses.

Em 2021, a BitMEX resolveu o caso com a Commodity Futures Trading Commission (CFTC) e a Financial Crimes Enforcement Network (FinCEN) por um total de US$ 100 milhões .

Agora, parece que a Justiça quer repetir o feito com a Binance e com CZ. Se essa investigação seguir o mesmo caminho da BitMEX, pode terminar com CZ como alvo da justiça do país.

Leia também: Preço da Luna Classic (LUNC) dispara 60% nas últimas 24 horas; entenda 

Leia também: Startup de cripto argentina Lemon Cash dá NFT para brasileiros que baixarem app

Leia também: Gigante da moda Hermes se aventura no metaverso com registro de marca para NFTs e Web3

Compartilhar