Categorias Notícias

Apesar do dólar, Bitcoin sobe para novo nível de resistência. ETH, SOL, BNB, XRP, MATIC e APE têm alta de até 7%

Após começar a semana sem grandes movimentos, o Bitcoin, Ethereum e outras criptomoedas registraram uma movimentação importante para o mercado nesta terça-feira (4).

O Bitcoin, principal criptomoeda em capitalização de mercado, subiu mais de 3% nas últimas 24 horas, atingindo os US$ 19.950 por volta das 9h da manhã.

O preço do Ethereum também subiu 4,2% nas últimas 24 horas, chegando a ser cotado em US$ 1.349.

No Brasil, no entanto, os preços das criptomoedas sofreram influência direta do dólar comercial, que caiu mais de 4% no último fechamento. A moeda, que chegou a ser cotada por R$ 5,41 durante o final de semana, fechou em R$ 5,17 nesta segunda-feira.

Com isso, de acordo com a CoinGecko, o preço das criptomoedas no Brasil chegaram a cair até 4%, mesmo quando os gráficos mostravam movimentos ascendentes.

Preço das principais criptomoedas hoje

Enquanto o mercado de criptomoedas negociado em reais sangrava, o mercado global registrava excelentes números. De acordo com a CoinGecko, moedas como BNB, XRP, ADA, SOL e memecoins registraram altas importantes.

A BNB, por exemplo, chegou a registrar uma alta de 1,9% em 24 horas. As moedas Cardano (ADA) e Solana (SOL) registraram ganhos de 2,4% e 3,7%, respectivamente.

Ainda de acordo com a CoinGecko, a moeda XRP disparou com mais de 5% em alta. Enquanto isso, a Polygon (MATIC) registrou alta acima de 7%.

Além disso, as moedas meme Dogecoin (DOGE) e Shiba Inu (SHIB) registraram cerca de 1% em lucro, cada uma.

Entre as moedas DeFi e tokens de jogos, como APE, FLOW, STEPN, AXS, SAND, MANA e outras, a alta media

O valor de mercado global de criptomoedas estava sendo negociado bastante maior em US$ 941,55 bilhões, subindo até 2% nas últimas 24 horas. No entanto, o volume total de negociação saltou mais de 14% para US$ 51,89 bilhões.

Compartilhar